Dicas Especiais de Costura que Poucos Revelam, Mas que Você Deve Saber

Aqui está uma lista de coisas que eu desejaria ter sabido antes e alguns artigos de blogs que me ajudaram ao longo do caminho:

1) A importância de passar e vaporizar seus projetos
Isso é um pouco embaraçoso de admitir e eu realmente não sei bem porquê, mas até cerca de um ano atrás eu sequer tinha ferro de passar. Quando eu trabalhava em um projeto de costura de um tutorial seria apenas pular a parte do ferro, como se fosse só uma recomendação. Não sei se eu pensei que talvez meu noivo começasse a me pedir para passar todas as suas roupas, já que eu tinha um ferro. Que erro eu estava cometendo…


Ferros são baratos e não leva muito tempo para passar um projeto. O benefício de quão bonito, profissional e elegante meus projetos pareciam após passar e vaporizar superava imensamente qualquer roupa que eu tenha que passar do meu noivo, já que agora eu tenho um ferro. Agora todas as minhas costuras de junção retas são chapadas porque o tecido não se amontoa e os itens que tem dobradura (como uma carteira que se dobra ao meio ou uma clutch que tem a aba dobrada) ficam fechados mais facilmente. Desde que descobri as maravilhas de passar ferro eu passo o projeto todo do início ao fim, as vezes mais do que posso contar. E para finalizar eu uso a função vapor. Acredite em mim, seus projetos vão ficar com um acabamento muito melhor. Você nunca mais vai querer ficar sem ferro.

2) Entretela…Minha nova melhor amiga
Outro fato embaraçoso é que até poucos meses atrás eu nunca havia usado entretela. Eu realmente não entendia exatamente o que ela era ou qual tipo eu deveria usar para fazer um tutorial em que ela era pedida.
Entretela é um material de estrutura, que dá peso e estabilidade para os seus projetos. Ela vem em dois tipos diferentes: Colante (que tem pequenas bolinhas de cola em um lado, que quando passamos o ferro grudam no lado avesso do tecido) ou Não-colante (o nome já diz tudo). Antes de descobrir a entretela colante, quando um tutorial pedia “entretela” na sua lista de materiais, eu usava somente fibra.

Fibra vai funcionar…ok…eu acho. Mas depois que você usa entretela colante você não quer saber de mais nada! Eu amo entretela. Demora um pouco para colar no tecido, é outra coisa para medir e cortar e é mais uma costura…mas é maravilhoso que mesmo que com os contras valha a pena. Eu tenho uma enorme caixa cheia de entretelas dos mais diversos tipos amarradas com elásticos (A blogueira conta qual é a sua entretela favorita e indica alguns tipos, que são conhecidos por outros nomes aqui no Brasil. Nós temos muitos e muitos tipos de entretela, de tecido e de papel. O melhor é ir nas lojas de tecido e sentir o toque delas e pedir indicações para os vendedores sobre qual tipo usar em cada projeto).


3) Usar alfinetes corretamente
Você irá notar que a maioria dos tutoriais dizem “alfinete seu projeto” em algum momento. Eu aprendi ao longo dos anos que se eles dizem para alfinetar, você deve alfinetar. Eu já tentei pular o passo de alfinetar pensando que eu estava apta para segurar meu tecido suficiente firme enquanto costurava e não seriam necessário alfinetes, porém…Com todas as coisas acontecendo enquanto você costura (manter uma velocidade estável no pedal, ter certeza que você está costurando certo, assegurando-se de que os tecidos estão alinhados, sentindo-se como um vesgo olhando para a agulha que sobe e desce, sobe e desce…) São tantas coisas acontecendo e saber que os alfinetes estão segurando seus tecidos alinhados é uma coisa a menos para se preocupar.

Loading...

4) Invista em um cortador circular, base de corte e régua
Um cortador circular, uma base de corte e uma régua de patchwork vão deixar a sua vida milhões de vezes mais fácil na hora de cortar seu tecido. Suas linhas ficarão retas e você pode cortar várias camadas de tecido ao mesmo tempo. Uma dica de economia de tempo que eu faço é se eu preciso cortar muitos pedaços do mesmo tamanho de diferentes tecidos, eu meço o primeiro pedaço perfeitamente.

E então ao invés de ficar medindo cada peça, eu passo ferro meu primeiro pedaço e coloco sobre os outros tecidos, alinho a minha régua na borda e corto ao redor do primeiro pedaço de tecido que cortei primeiramente. Isso poupa tempo de ficar medindo cada pedaço e se você tem certeza que o primeiro pedaço está perfeitamente reto use a régua certificando-se de que está cortando bem na borda e terá o mesmo resultado que se cortasse cada pedaço separadamente.

Ombreiras: como fazer

Esta parte que pertence ao ombro de camisas, blusas e casacos, já foi muito popular nos anos 80, chegando até a ser um exagero. Mas esta almofada colocada no interior da peça serve para realçar a roupa que veste.


Muitas das peças das coleções da burda pedem a confecção de uma ombreira, e aqui ensinaremos a fazer uma. Veja como:
Dobrar a parte de revestimento ao meio, em volta das ombreiras. Prender, com alfinetes, na borda arredondada plana. Cortar as bordas da parte de revestimento a 1 cm da borda da ombreira.

como-fazer-ombreiras

Costurar a 4 mm da borda plana da ombreira e ao longo dela, com ponto zigue-zague apertado. Cortar as margens rente aos pontos.
como-fazer-ombreiras2
Fonte: clubinhodacostura.com


Loading...