25 Dicas Para Aprender De Vez Como Costurar Tecidos Difíceis



Quem já tentou cortar uma roupa em chiffon, crepe georgette ou musseline sabe como é difícil controlar esses tecidos. Eles são muito instáveis e escorregadios, características que resultam no maravilhoso caimento. Infelizmente, isso também faz com que costurá-los seja uma prova de paciência. Para mim, a pior parte sempre foi a hora de cortar.

O tecido se mexe tanto, que depois que terminamos de cortar e seguramos a peça nas mãos, percebemos que ficou toda torta.

Recentemente aprendi um truque para cortar esse tipo de tecido. Serve para todos os tecidos escorregadios, inclusive cetim. Imagino que para viscose seja também seja muito útil. Demorei para testar essa técnica porque ela vai contra um princípio de costura que respeito muito, e que ensino também: cortar papel com tesoura para tecido.Visto que é preciso cometer essa crueldade para usar a técnica, já aviso que no fim do artigo explico por que valeria a pena.

Como fazer

Usamos papel seda para estabilizar o tecido – aquele papel fininho que vem na caixa de sapato. Compre em folhas ou em rolo, em papelarias. Não recomendo usar se estiver amassado. Prepare uma camada de papel sobre a mesa. Se precisar, junte mais de uma folha para poder cobrir toda a área que o tecido vai ocupar.
tecidos-dificeis

O tecido deve estar com as beiradas rasgadas, e não cortadas, para que fiquem exatamente no fio. Coloque-o sobre o papel. É possível colocar mais de uma camada, então pode colocar o tecido dobrado se quiser. Alinhe as beiradas do tecido com as beiradas do papel. Isso garante que os fios do tecido estejam alinhados.
tecidos-dificeis2
Agora coloque uma camada de papel sobre o tecido.
tecidos-dificeis3
Distribua os moldes sobre o papel e alfinete-os com cuidado.
tecidos-dificeis4
Corte ao redor, levantando o tecido o mínimo possível.
tecidos-dificeis5
O resultado:

tecidos-dificeis6

tecidos-dificeis7

tecidos-dificeis8

tecidos-dificeis9

tecidos-dificeis10
E o fio da tesoura?

Sim, cortar papel gasta o fio da tesoura, o que faz com que fique cada vez menos afiada e não corte o tecido direito. Mas as tesouras de tecido terão que ser amoladas um dia, mesmo se não cortar papel. Isso só acelera o processo. Aí é só amolar, e pronto. De qualquer maneira, esse papel é bem fino e frágil, e não gasta muito a tesoura, portanto não saia por aí cortando tudo quanto é papel com sua tesoura de tecido.


Quando testei a técnica, vi que vale muito a pena! O resultado é realmente incrível. Nunca mais terei medo de cortar esses tecidos.

Fonte e Créditos: renataperito.com

{Dicas e truques} Domando tecidos difíceis (por Francine Lacerda)

Você vai bem feliz à uma loja de tecidos comprar alguns metrinhos para seus futuros projetos.
Vai direto na área onde estão as tricolines e algodões, pois são os tecidos que você está acostumada a usar, tem variedade de estampas e vamos combinar, são uma delícia de costurar. Mas no caminho você se depara com tecidos lindos, fluidos, em cores lindas, um brilho sutil que te encanta, e o toque, ah!!! o toque do tecido é uma delícia.

Imagina fazer uma blusa drapeada, um vestido fresquinho, uma saia godê… São tantas as possibilidades. Você não aguenta, é atraída por todos esses encantos.

Chega em casa com metros e metros de Chiffon, Cetim toque de seda, crepe, musseline, de todas as cores e estampas. Ah que felicidade! Você se sente muito corajosa, comprou tecidos lindos e novos, vamos encarar o desafio. Yey! \o/
Aí, você muito confiante e feliz separa aqueles moldes super especiais que estavam esperando O tecido certo.

Abre o tecido na mesa de corte e a dor de cabeça começa. Aquele toque delícia do tecido torna ele bem difícil de domar. Prende daqui, puxa dali e o danadinho não para no lugar. Você faz malabarismo, usa pesinhos, alfinetes, cola o bendito na mesa…
Alguns cabelos arrancados e uns palavrões depois, tá tudo cortado “bonitinho”. Você respira fundo, o pior já passou, uffa! Agora vem a melhor parte, vamos costurar!!! 😀
Arruma a sua bancada, ajusta a máquina de costura e vamos lá. Alfineta tudo bonitinho e pisa no acelerador… Argh!!!!!
Sua máquina engole seu tecido, no primeiro retrocesso. NÃO!!!!
Vamos de novo. Dá aquela puxadinha no tecido para ajudar a máquina, e a costura fica assim:

dominar-tecidos

Me diz, quem nunca passou por isso?!
O sonho vira pesadelo e tudo o que a gente quer é que acabe logo. E sabe que o resultado vai ficar uma beleza. #SQN 🙁
Agora vem comigo que eu vou te dar umas diquinhas preciosas para domar tecidinhos com vida própria. 😉

Primeiro passo: preparar a máquina
• Ajuste a tensão do fio
Para tecidos leves e finos a tensão do fio deve ficar mais frouxa, teste em um retalhinho antes de começar.
tecidos-dificeis12
• Comprimento do ponto
Utilize o comprimento entre 2 e 2,5. Isso diminui aquele aspecto franzido da costura.
tecidos-dificeis13
Outras dicas
• Não dê retrocesso
É inevitável, sua máquina vai engolir o seu tecido no retrocesso. Isso acontece, pois os dentinhos de transporte da máquina são muito fortes para esse tipo de tecido. Ao acabar a costura dê um nozinho no verso, isso vai segurar e não desmanchar.
• Costure com calma

Eu já percebi que a velocidade da costura interfere no acabamento final nestes casos.
• Utilize materiais que ajudem a deslizar o tecido sobre os dentes de transporte

Algumas idéias:
– Tira de papel: vale qualquer papel, mas o meu favorito é o papel manteiga, aquele culinário. Ele é mais grosso, firme e é meio encerado, mantém o tecido no lugar e desliza que é uma beleza.
– Fita crepe com pouca cola: sabe aquelas fitas para pintura de parede? Elas são feitas para não grudar muito mesmo. Teste antes em um retalho para ver se não mancha e se desgruda facilmente.

– Washi tape: elas são ótimas, pois desgrudam super fácil e não deixam rastro de cola. Mas dá dó de usar, né?! :/
– Tirinha de entretela colante: em alguns casos você pode usar essa técnica, para o tecido não desfiar, mas lembre que ela vai ficar lá, então só utilize em costuras que vão ficar escondidas e podem receber essa estrutura.

O método que eu sempre indico para as minhas alunas, e já utilizamos em aula, é a do papel manteiga. É rápido, fácil e barato. É só ir cortando tirinhas do papel, do tamanho da costura, e posicioná-lo embaixo do tecido, isso o protege dos dentes de transporte, ele fica mais estável e a costura mais confortável. Depois da costura pronta é só destacar o papel com cuidado para não desmanchar nenhum ponto.
dsadas


Loading...