Dicas Para Costurar a Mão Que Irão te Ajudar a Economizar Tempo



Na prática sabemos todos dar um jeito quando aparece um furo em alguma roupa. Uns com mais habilidade, outros com nenhuma. Mesmo que você não seja um costureiro profissional, vale saber quais são os tipos de ponto básicos que existem. Ter essas informações vai te ajudar a economizar tempo e, também, vai evitar que você perca alguma peça de roupa tentando costurá-la.

Ponto Simples
Para começar tenha em mãos uma agulha e um fio, passe esse fio pelo buraco da agulha e dê um nó, unindo as extremidades dos fios. Em seguida passe essa agulha por entre os tecidos duas vezes, formando um círculo com o fio e, então, passe a agulha por entre o círculo formando um nó. Esse é o ponto mais simples, muito utilizado para juntar os tecidos de modo temporário, até que seja levado à máquina. Uma dica para facilitar a remoção desses pontos de auxílio, é utilizar uma linha a qual seja numa cor contrastante com a cor dos tecidos. Outra dica é fazer pontos frouxos para evitar que o tecido estrague naquele local.

Ponto Corrido
Esse ponto é como um alinhavo, porém o espaçamento entre linhas tracejadas é de menor distância. Muito utilizado na máquina de costura, tem a função de unir partes descosturadas de uma peça de roupa por exemplo. Passe a agulha pelo tecido fazendo um movimento como se fosse um caminhar da agulha sempre para a frente. A dica é se atentar para a distância de cada passada da agulha, ou seja, procure fazê-las de modo uniforme, com o mesmo espaçamento.

Ponto Luva
O ponto luva é utilizado, normalmente, para prender as bordas tecidos os quais possuem uma pré disposição a desfiarem. Os pontos são costurados em sentido diagonal, sempre passando por três ou quatro fios da costura a qual você quer segurar para que não se desfaça. Para que esse ponto tenha a sua função cumprida, a dica é fazê-lo com espaçamento bem curto.


Ponto Invisível
Talvez esse seja um dos pontos mais úteis. O ponto invisível soluciona diversos problemas de costura. Ele é feito com pontos bem baixos, utiliza-se a fim de unir duas beiradas dobradas de tecido ou uma única borda dobrada e outra esticada, ou, por fim, para finalizar a costura de um forro ou fazer os pontos finais nos materiais de artesanato que utilizam tecidos. Para ajudar a fazer as dobras de modo simétrico, a dica é passá-las à ferro, sendo que o nó deve ficar escondido na parte dobrada do tecido. Venha com a agulha para a frente e volte para o lado de dentro da dobra. Retorne com a agulha para o lado de fora da dobra e repita esses passos sucessivamente. A costura deve ficar escondida por entre as dobras e os pontos maiores devem ficar pelo lado avesso dos tecidos.

Fotos dos Tipos de Pontos Citados Acima
Os pontos citados acima são básicos, mas apenas ter essas informações ao basta. É preciso de mais algumas dicas e segredinhos de costura. Isso porque os problemas nas roupas não se limitam à buracos e costuras desfeitas. Prender um botão, costurar um aplique em uma jaqueta esquecida no guarda roupas ou modelar a própria roupa para uma festa importante é possível, mesmo não sendo um estilista ou um costureiro profissional, desde que você saiba quais são essas dicas e segredinhos. Com um pouco de dedicação e paciência para aquilo que você se propõem a fazer, as suas roupas podem ser customizadas, arrumadas ou ainda feitas por você mesmo em simples etapas.

Loading...

Quando for terminar, qualquer que seja o ponto feito à mão, deixe um pedaço de linha na agulha para então guardá-la, desse modo fica mais fácil de encontrar onde você deixou a agulha ou, ainda, de puxá-la do carretel. E caso a agulha enferruje, a dica é passar uma esponja de aço para remover a ferrugem.
Outra dica fundamental é ter em casa um kit básico de costura, ou que possa ser deixado na bolsa. Tendo esse kit sempre por perto, caso algum imprevisto aconteça, você estará pronto para resolver a situação, seja qual for o evento no qual você esteja. Vale lembrar que eventos como casamentos e outras celebrações importantes são registradas em fotografias e, depois divulgadas em redes sociais, ou seja, vale a pena ter um mini kit de costura na bolsa, composto por uma agulha, um pedaço de fio na cor da sua roupa e um alfinete.


O ideal é que você tenha uma máquina de costura em casa, para entender melhor como é feito cada tipo de ponto e, também para pegar prática na atividade do corte e costura. Caso isso não seja possível, você pode então manter um kit mais completo de costura em casa. Confira os itens sugeridos para um bom kit de costura caseiro:

• Botões de cores e tamanhos variados. Principalmente, aqueles botões extras que vem nas peças de roupas devem ser guardados.
• Agulhas de espessuras variadas, dessa maneira você consertar em casa roupas de tecidos variados.
• Fios resistentes e de cores variadas. Sendo as principais as cores que mais você tem em seu guarda roupas.
• Uma tesoura grande e outra pequena.
• Alfinetes.
• Um dedal.
• Uma fita métrica.
• Uma régua para costura, procure por ela em lojas de armarinhos. Ou então uma régua comum, apenas para marcar o tecido quando necessário.
• Trios de ilhoses, colchetes e zíperes, em cores neutras.
• Retalhos de tecidos nas cores que mais você tiver em seu guarda roupas.
• Por fim, uma caixa de plástico transparente para guardar os utensílios citados.
Esses são os matérias essenciais de um kit de costura para se ter em casa. A dica é adaptar esse kit com os materiais e tipos de trabalhos domésticos ou artesanais que mais você costuma fazer.

Fonte: artesanato.culturamix.com


Loading...